fbpx

Novidades

Princípios de instrumentação utilizados nos analisadores bioquímicos dos exames laboratoriais

A bioquímica clínica é o ramo laboratorial que utiliza determinações de análises bioquímicas para mensurar níveis de vários metabólitos em pacientes sãos ou doentes.
Os resultados obtidos com os testes bioquímicos têm como objetivos: diagnosticar, estabelecer tratamento e monitorar a evolução do processo patológico.
No setor de bioquímica, a grande demanda por exames e a ampla diversidade de testes oferecidos atualmente implicam na necessidade da automação laboratorial. Dessa forma, a pipetagem, incubação da amostra, controle do tempo de reação, “leitura” do resultado da reação e envio/impressão do resultado são realizados exclusivamente pelo equipamento.
Existem quatro princípios de instrumentação utilizados nos analisadores bioquímicos: Fotometria, Fotometria de refletância, Eletrodos íon seletivos e Tecnologia eletroquímica.

Conheça a seguir as particularidades de cada princípio de instrumentação

Fotometria
É o estudo relativo à emissão, recepção e absorção da luz. O instrumento que mede a intensidade da luz é o Fotômetro. Essa medição ocorre por intermédio da passagem de um feixe de luz de um comprimento de onda específico pela solução contida em uma cubeta (normalmente de vidro). A porção da luz que atravessa a solução corada é detectada por uma célula fotoelétrica. Esse mesmo raio luminoso é o percentual de transmitância (%T). A luz que não passa pela cubeta é absorvida pela solução corada e medida como unidades de absorbância (A). A absorbância (A) é inversamente proporcional à transmitância (%T). Dentre os fotômetros, existem os espectrofotômetros, que são os fotômetros sofisticados.
Fotometria de Refletância
Esse equipamento mede a luz de um comprimento de onda específico que é refletido a partir de um produto colorido. A luz refletida é detectada por uma fotocélula, e a informação é convertida nas unidades adequadas.
Eletrodos Íon Seletivos
Eletrodos são as hastes que medem íons na solução analisada. Eletrodos íon seletivos são capazes de medir um íon particular na presença de outros íons. Para a análise, são necessários dois eletrodos: em um, há uma concentração conhecida do íon a ser medido (eletrodo referência), e o outro eletrodo é exposto à solução desconhecida (amostra) para medir o íon. A diferença entre a concentração dos íons no eletrodo de referência e os íons na amostra (desconhecido) origina um potencial elétrico, que é proporcional à diferença entre as duas concentrações. Um microprocessador converte a voltagem obtida em um valor que representará a concentração do íon da amostra desconhecida. Cada eletrodo íon seletivo é capaz de determinar um íon específico (exemplo: sódio, potássio, cloretos, etc.).
Tecnologia Eletroquímica
É utilizada em analisadores portáteis implicados em programas de point-of-care test (POCT), principalmente nos glicosímetros. Os eletrodos contidos nesses analisadores medem os elétrons que são formados a partir da reação entre amostra e reagente.
Os quatro princípios de instrumentação dos equipamentos empregados na análise da bioquímica são os principais métodos utilizados nos testes para determinação de glicemia, insulina e peptídeo c, colesterol total, HDL colesterol, LDL colesterol e triglicérides. Sendo de extrema relevância para os exames laboratoriais.

Share on facebook
Share on whatsapp

Entrar no ISAX

Login